Resenha de Jack Reacher

Olá,  pessoas! Eu que estou sempre lendo chick lit resolvi ler um livro de  ação que peguei emprestado com meu tio, embora eu prefica chick lit amo  ler ação, suspense, drama, romance policial e afins. Amo tanto que um  dos meus autores favoritos é o grande renomado Artur Conan Doyle <3
Entretanto  dessa vez eu venho falar de um livro diferente, um livro do Jack  Reacher, isso mesmo aquele que tem uns três filmes interpretado pelo Tom  Cruise, então eu demorei mais de uma semana pra ler mas terminei e  tenho muitas coisas boas pra falar desse livro pra vocês, espero que  gostem da minha resenha. 

A história é basicamente a mesma de  sempre, ex militar que vive uma vida do seu estilo, do seu jeito e  fazendo justiça com as próprias mãos segundo as suas leis. Só mais uma  pessoa normal mesmo, vivendo ali de boa com sua namorada, sua casa e sua  vida, até que chega o pessoal do FBI. Inicialmente o pessoal quer levar  ele preso e em acusação pelo assassinato de duas mulheres, mas logo  Reacher percebe que é mais do que isso quando uma terceira mulher morre e  então o FBI quer ajuda dele, no caso uma consultoria, pois de acordo  com uma agente o perfil do assassino é o mesmo de Reacher então somente  ele pra capturar um assassino que age como Reacher. 

O pessoal do  FBI então para convencer um ex militar a cooperar com a missão ameaça a  namorada de Reacher, e como muita relutância ele vai até o quântico  para ajudar. A investigação vai de mal a pior até a quarta mulher morrer  que é a irma de Alice Llamar, uma agentes do FBI que cuida do caso e  especializada na analise de perfil do assassino. Eles não estão chegando  a lugar nenhum com a investigação, Reacher sempre fala que eles estão  indo pelo caminho errado, que eles não consideram a inteligência do  assassino como um fator mega importante. 

A lista tem cerca de umas 11 mulheres que tem um fator em comum: todas trabalharam para o exercito e deram baixa após denuncia de abuso sexual, e como fato bônus todas moram sozinhas. Reacher começa a se importar verdadeiramente com o caso quando visita uma velha amiga e a mesma está em perigo e seria a próxima na lista, nesse momento em que Reacher abre os olhos e considera todas as opções. 

Se eu amei? Muito. Um dos melhores livros de ação já escrito, cada detalhe e cada capítulo mais envolvente que o outro. Enquanto eu lia o livro  ficava pensando na profissão do autor e nas referências que ele  utilizou, porque havia inúmeros detalhes maravilhosos naquele livro que  eu me interessei na pesquisa do autor por detrás do livro, eu sou  curiosa a esse ponto mesmo. 

O final foi uma surpresa tremenda em que você percebe o quão tolo você seria em uma investigação, sério. Se dependesse de mim não teria descoberto o assassino nunca, mas como Reacher firma o tempo todo é um cara extremamente esperto, sem violência, com um objetivo, um assassino calculista e frio, ele sempre diz que não seria alguém como ele, pois o mesmo teria raiva e deixaria rastro de violência e raiva.

Falando um pouco da estrutura do livro eu gostei bastante da fonte, do tamanho da letra, mas não curti o tamanho do capítulo, são extremamente longos e não da pra ter aquela pausa que eu tanto gosto quando to lendo. 

Pessoas, é isso e espero que vocês gostem da resenha e do livro, quem ler comenta aqui embaixo. Um beijo e até o próximo post <3

Como usar um planner


Olá pessoas, eu sempre fui muito apaixonada por agendas e planners e esse ano mais que todos está sendo muito especial usar o planner que eu comprei da paperview no fim do ano passado, como vocês sabem todo ano eu uso um pra me organizar melhor e cá entre nós, gracinhas, não tem segredo nenhum, pra usar um planner ou uma agenda basta você querer. 
Eu vou explicar aqui porque um planner e não uma agenda (mas você ai pode usar o que você quiser e o que se sentir mais confortável):
1. a maioria não tem data então você pode começar a usar um quando quiser, sem ter que esperar o ano que vem começar pra usar;
2. tem espaço pra você planejar como quiser, a escrita é livre;
3. muitos deles vem com acessórios fofos pra ajudar a deixar o seu planejamento ainda mais legal.



Antes das dicas você precisa entender a importância do planner no seu dia a dia, na sua vida. 

Se você é uma pessoa que não curte escrever e sabe que se tiver um planner você não vai usar todos os dias, eu já digo logo que não vale a pena investir em um, você precisa entender a importância que essa maravilha terá na sua vida e saber aproveitar o planner todo. 

Eu já digo logo que pra usar e abusar desse objeto fofo você precisa tê-lo em mãos todos os dias e de preferência na sua bolsa o tempo todo, tire proveito de tudo que seu planner tem a oferecer e você verá que em termos de organização pode mudar sua vida pra muito melhor, por exemplo o meu tem espaço para uma visão geral do mês e anotação de atividades e objetivos naquele mês, e na parte de trás ainda tem uma área de sonhos e metas. Entretanto, se o seu não tem muita coisa não se preocupe basta você personalizar e transformar o ordinário em extraordinário, com canetas coloridas e adesivos pode pode criar espaços para listas e anotações do que você quiser/precisar.

1. Defina um tempo por dia pra anotar tudo que é importante pra você



Primeiramente anote tudo no seu planner, de aniversários a consultas médicas, horários de remédios importantes e reuniões, faculdade e saída com os amigos, nessa parte você encaixa seus compromissos e sua vida em seu planner e deixe ele guiar cada dia seu, assim você não vai se preocupar em lembrar nada porque está tudo muito bem anotado, vale colocar lembretes de coisas importantes como reuniões, e-mail a ser respondido, fotos, séries e músicas para baixar, compromissos aleatórios, ligações a serem feitas, compromissos até do seu pet é importante anotar. 

E não se esqueça de olhar seu planner todos os dias pela manhã, assim você se organizar melhor em tudo que tem que fazer. 

2. Deixe seu planner a sua cara 



Com adesivos, canetas coloridas, post it e todo tipo de acessório você pode personalizar seu planner e deixar toda a tarefa de organizar e planejar muito mais fofa, é importante você deixá-lo com a sua cara, sendo assin você vai sentir prazer ao folhea-lo pela manhã todos os dias. 

Usando sua imaginação você pode desenhar, adesivar, colar imagens, destacar ou qualquer outra ideia pra deixar cada espaço com a sua personalidade, por exemplo eu que não curto muito essa coisa de muitos adesivos ou muitas cores (apesar de eu separqar categorias por cores, rsrsrs), eu tento deixar o meu planner mais clean pra que eu possa entendê-lo melhor. 



3. Esteja sempre com seu planner ou substituto 

Coloque sempre seu planner na bolsa/mochila e quando precisar anotar algo lá está simples e fácil. Sei também que nem sempre é possível fazer isso, meu planner é muito grande eu não cabe em todas as minhas bolsas, portanto eu ando com um pequeno bloco de notas na bolsa e quando preciso anotar algo eu anoto e depois passo para o planner, mas se possível esteja sempre com ele, assim ele vai guiar todo o seu dia e você não precisa ficar se esforçando tanto pra lembrar aniversário dos seus amigos. 



4. Olhe seu planner todos os dias 



Eu gosto de falar que pela manhã e noite é o suficiente, mas eu literalmente olho o meu o tempo todo, com a minha memória péssima eu costumo verificar para poder realizar o que tem no dia. É  importante olhar pela manhã pois você já começa a se organizar e logo termina o que tem pra fazer, se tem algum evento naquele dia você já faz uma hidratação no cabelo, ou maquiagem, ou academia, o que tiver que fazer você já sabe e faz. 

A importância de olhar de noite é que você vê se realizou tudo que havia planejado, ou se algo ficou pro dia seguinte você anota no dia seguinte, se apareceu algum imprevisto para aquele compromisso ou se houve alteração em seus planos, sempre verifique se fez tudinho. 


Vou aproveitar e indicar esse planner maravilhoso da paperview, é o segundo planner deles que eu tenho e pra mim é meu favorito, eu acho um valor que compensa investir, mas realmente é bem salgado custa R$460,00 quem quiser aproveita essas dicas pra comprar lá:

Em agosto você paga um e ganha dois, pelo menos teve essa promoção duas vezes desde que eu conheci a paperview. 
Em novembro tem a black friday e o planner sai pela metade do preço. 
E agora eu vi no site que tem muitos produtos lá com 60% de desconto, como despedida de uma coleção.
https://www.paperview.com.br/
Pessoas, essas foram as minhas dicas e eu espero que vocês gostem, um beijo e até o próximo post <3

Esse post não é patrocinado por nenhuma marca!

Looks corporativos

Essa semana em mais uma daquelas crises de identidade eu fiquei pensando no meu estilo, nas roupas que eu visto e nas escolhas que eu faço nas lojas, e cheguei a conclusão de que eu meio que odeio as minhas roupas, na hora de comprar eu amo e tudo mais, mas depois eu não sei mais usar, fico arrependida e sempre me vem a frase: não tenho nada pra usar. 

Outro detalhe é que eu nunca tenho roupa pra trabalhar, eu trabalho em um ambiente completamente corporativo o que não tem nada a ver com meu estilo, então eu sempre vou meio mal vestida pro meu trabalho. Eu queria me vestir bem pro meu trabalho e ao mesmo tempo ter meu estilo, o que parece difícil, mas não é. 

Navegando na internet e pesquisando sobre esses looks eu resolvi juntar algumas inspirações aqui no blog de algumas fashionistas que eu adoro. 

Vou começar com uma grande inspiração pra mim, a Débora Alcantara, super estilosa e adora minimalismo, acho que é a marca registrada dela. Pra que não conhece a Dé é do blog tudo orna.


Essas roupas não são tão office look, mas como é mais o meu estilo e como são roupas confortáveis mas estilosas eu acho que cabe no look mais corporativo. Primeiro uma calça básica preta com um sapato e uma camisa, o segundo look é mais ousado com a calça com estampas, mas eu amei e o terceiro look um macacão bem bonito. 


Esse look é a minha cara, nas cores e no estilo eu bati o olho e amei a inspiração. Um blazer ou um casaco faz toda a diferença em ambientes mais formais e como sempre não perde o estilo. Lembrando que pra um office look é melhor vestidos abaixo do joelho.



Esse dai talvez seja um pouco mais ousado pra mim, por mostrar um pouco do corpo, mas um pretinho básico é acerto na hora e deixou a Dé super elegante. 


Esse com certeza é bem ousado, mas como tem saia + listrado + cinza é puro amô então ta nas inspirações sim e elegância com certeza. 

Agora vamos falar de outra maravilhosa que arrasa nas escolhas e deixa todos os looks maravilhosos, a linda da Luisa Accorsi. 



Vou dizer porque eu amei esses looks: o primeiro tem saia linda, listrado e botinha super fashion; o segundo look tem uma saia maravilhosa com meia caça e uma botinha linda demais; o terceiro look me ganhou pelo sapato mesmo haha Gente que sapato mais maravilhoso, mas o vestido é lindo demais.

Esse look da Luli me ganhou pelo casaco rosa que vamos combinar que é minha cara demais, genteeeee que lindo. A única coisa que eu não usaria seria o tênis, eu colocaria uma sapatilha talvez ou um tênis mais social que esse dai, mas fora isso ta office look totaaaaaal. Temos que aproveitar que esse rosa ta na moda e usar bastante, sem deixar aquela cara de escrava da moda.


Sei nem o que dizer desse vestido maraavilhoso e com a bolsa então, eu super usaria no meu trabalho, até com tênis pra dar aquela quebrada e um conforto maior.


Essa saia me ganhou, um look mais sensual que não deixa de ser formal e estiloso, poderia só trocar a bolsa que eu não curti muito essa não e o sapato está incrível. 


Mais um look com essa cor maravilhosa que está super em alta, eu amei a combinação toda romântica e ao mesmo tempo sexy sem ser vulgar haha, Luli arrasa nos looks, né? 

Espero que gostem das inspirações, beijos e até o próximo post <3 



Look da Anne - Na pista de Skate


Oi pessoas, hoje eu venho com esse post super diferente de look, não pra mostrar minha roupa, mas sim pra mostrar as fotos lindas e maravilhosas tirada pelo meu marido que agora está entrando nesse ramo de fotografia.


Fomos em uma pista de skate que tem aqui perto da minha casa mesmo e tiramos bastante fotos bem bonitas. Eu nem imaginava que as fotos iam ficar tão legais.

Peguei um look bem despojado pra combinar com a pista, mas agora já estou pensando em um look mas chique pra tirar fotos lá, acho que vai ficar melhor ainda.


Espero que gostem das fotos, um beijo e até o próximo post.


Vestido: Renner
Casaco: Da Mamy <3
Bota: Petit Jolie
Chpéu: Hat





Resenha - Uma noite com Audrey Hepburn

 Olá pessoas, hoje trouxe para vocês um pouco da minha opinião sobre o livro de Lucy  Holliday, Uma noite com Audrey Hepburn, eu li já faz um tempo, mas mesmo assim quis trazer o que eu acho para vocês.



A atriz Libby Lomax foi despedida depois de passar vergonha na frente do elenco e do astro mais esperado do programa Dilan O'Hara e ter se mudado para seu novo apartamento que agora é metade do que ela esperava, Libby não sabe mais o que fazer e seu único refúgio são os filmes clássicos e sua melhor amiga Audrey Hepburn, isso mesmo, um dia de repente ao assistir Bonequinha de luxo a atriz de renome e morta aparece no minúsculo apartamento de Libby. Ela começa então a achar aquilo tudo muito estranho e deve ser loucura da sua cabeça, mas claro que ela vai tirar o melhor proveito disso, talvez até tornar sua vida um pouco mais glamourosa com o estilo da Audrey. Uma personagem desastrada e totalmente sem sorte, mas com uma personalidade forte incrível que finalmente realizou o sonho de ter Audrey Hepburn como sua melhor amiga, mesmo que talvez seja só sua imaginação fértil. Libby conta também com um melhor amigo chamado Olly que é o personagem mais fofo do livro, ele é super preocupado e super legal com ela. 


Eu só escolhi esse livro porque eu vi na capa escrito Audrey Hepburn e por curiosidade acabei comprando pra ler, nesse dia estava bem ousada. Eu achei que fosse ser um livro bem bobinho e bem estilo menininha, mas não foi mesmo, de jeito nenhum. 

Apesar de não ter me identificado muito com a personagem em uma coisa eu tinha muito a ver com ela, pois aos 28 anos ela estava em uma carreira em que não queria estar mas a comodidade a mantinha ali e claro o seu novo aluguel, já que finalmente ela saiu da casa da mãe dela. Sem rumo de emprego e da sua reputação, já que os micos passam a aumentar cada vez mais, ela tenta se reinventar e encontrar sentido para sua vida. Com encontros e desencontros e algumas decisões erradas o final é bem inesperado, mas como eu sei que tem continuação eu já imaginei que muita coisa ainda vai mudar. 

A Libby tem uma família complicada, como muitos temos, um pai que é completamente ausente, uma mãe um pouco fria e uma irmã praticamente vadia, isso implica diretamente com a vida da Libby, mas ela vai dando um jeitinho em cada detalhe, com ajuda de sua amiga Audrey.

É um chick lit bem leve de ler, super rápido e pra quem gosta é bem bom sim, quero ler a continuação pra saber com quem a Libby fica no final e porque uma noite com Marlin Monroe dele ser bem divertido também.

Um beijo e até o próximo post <3

Ligações - Rainbow Rowell

Recentemente terminei de ler o livro ligações, por indicação do canal livros e fuxicos, mas não curti muito o livro, apesar de que a autora é muito boa a história em si não me prendeu, mas sei que tem muita gente que gosta e que gostaria de ter, se você quer esse livro então pule o spoiler e vá para a parte importante.



Primeiramente vou falar um pouco da história e depois eu conto porque que eu não curti. 

A personagem principal se chama Georgie e trabalha em L.A. escrevendo roteiro junto com seu melhor amigo, desde sempre, Seth, eles trabalham juntos desde sempre, o tempo todo. 

Georgie é casada com Neal, embora seu casamento esteja estagnado e ela sabe disso, mas não faz nada pra mudar. Quando acontece de uma reunião ser marcada no período do natal e ela ter de desmarcar a viagem para Omaha, ela fica surpresa quando Neal pega suas duas filhas e viaja mesmo assim, mesmo sem Georgie. 

Enquanto tenta trabalhar o tempo todo fica pensando se realmente estragou tudo, se agora seu relacionamento com Neal chegara ao fim. 

Georgie descobre uma maneira de se comunicar com Neal no passado, o de 1998. Não é uma viajem no tempo, mas ela acha que é uma oportunidade de consertar tudo ou de acabar com tudo antes mesmo de ter começado. 

_________________________________________________________________________________
A PARTIR DAQUI CONTÉM A MINHA OPINIÃO COM SPOILER


A história me chamou atenção e eu achei que iria gostar, uma pena pois a autora escreve super bem, mas o que eu realmente não gostei foi da personagem, e o fato de ela ser uma roteirista em L.A. deveria me agradar bastante, mas não. 

Ao longo do livro, que por sinal vai meio que se arrastando, nós vemos que a Georgie McCool durante sua vida toda foi tomando muitas decisões erradas e isso resultou no fracasso do seu casamento, e mais uma vez ela escolhe trabalhar e não passar o natal com sua família. 

Tem um capítulo que ela revela que era super apaixonada pelo seu melhor amigo, Seth, mas que ele não quis nada com ela e Georgie resolveu seguir em frente. Naturalmente seria um casal que daria certo ela e seu melhor amigo, mas não deu. Georgie é independente, mas dependente dos dois Neal, seu marido, e Seth, seu melhor amigo. 

Por um lado ela tem um marido que cuida da casa, das filhas e sempre deixa o jantar dela, ele espera por ela quase todos os dias, já que ela chega sempre tarde. Em quase 20 anos de relacionamento ele nunca pediu que ela escolhesse, logo eu penso "Nossa, ele é uma ótima pessoa pra ficar com ela, Georgie não merece".

Do outro lado tem o Seth, ela está sempre com ele, sempre atrás dele e sempre seguindo ele. A amizade dos dois é ótima, a não ser por um fato: ela não vive sem o Seth. Não existe caminho ou escolha que ela não leve em consideração o seu melhor amigo. Isso muda bem no finalzinho. 

Então minha opinião foi essa, não gostei da personagem. 

_________________________________________________________________________________

IMPORTANTE:

Estou querendo doar o livro, lembrem-se que é o mesmo que eu li (não é um livro novo, embora eu tenha ele há 3 meses apenas e só li uma vez). 

Quero doar para alguém que queira muito então deixa nos comentários o porque você quer esse livro e no dia 21/06/2017 vou escolher uma pessoa pra dar o livro. Não é um concurso nem um sorteio, quero doar para alguém que queira muito. 

Beijos e até o próximo post <3


Viajar pela leitura



Viajar Pela Leitura

Sem rumo, sem intenção.
Só para viver a aventura
que é ter um livro nas mãos.
É uma pena que só saiba disso
quem gosta de ler.
Experimente!
Assim sem compromisso,
você vai me entender.
Mergulhe de cabeça
na imaginação.


Clarice Pacheco 

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo